Voni's View

Nossa visão depende de onde estamos em pé

INDO PARA O DESCONHECIDO Julho 1967

Eu estou de pé olhando através da escuridão, esforçando-me para ver a figura solitária do meu irmão apoiado por suas bengalas, com as costas contra a parede de um armazém. A doca está completamente vazio. Também aqui no convés do navio. Todos dos amigos e membros de familias já  foram para casa algumas horas atrás. Só meu irmão permanece lá e eu aqui. Muitas vezes eu estou chateado com ele para o que ele chama de “determinação” e eu chamo de “teimosia”. Mas, hoje as duas horas de manhã, eu sou grata ao vê-lo lá.

 

O barulho dos guindastes que carregaram este navio japonês cargueiro / passageiro e as vozes gritando dos trabalhadores já cessaram: o frete levou muito mais tempo para colocar dentro do návio do que foi esperado e estamos quase oito horas de atraso para sair do porto. Tudo é abençoadamente quieto e tranquila … a maioria dos passageiros já estão em suas cabines.

 

Minhas mãos sobre o corrimão sentam uma vibração silencioso. Os motores do navio estão começando, e meu estômago é tensa. Eu vejo como as linhas de papel crepe, coloridas em miríades de cores, que estão entre o navio e o cais estão levantadas para fora da água e, em seguida, quebram ou caem fora do cais e o návio. Eu nunca tinha entendido a experiência emocional de assistir a separação do navio do cais.   Hoje à noite eu entendo, com lágimas. O návio se vira para o mar e a figura de meu irmão se torna menor, em seguida, desaparece na escuridão.

 

Continuo ali de pé, olhando para a escuridão, com intervalos de luz no porto, enquanto o návio lentamente sai do porto.    Eu ainda tenho as minhas mãos sobre o corremão assistindo como os rebocadores jogam fora suas linhas de nosso navio,  e o piloto nos  navega  para fora, entrando nas ondas do Oceano Pacífico.  Meu irmão está dirigindo o carro dele para um hotel em Long Beach, CA. e nosso návio está deixando tudo que conheço nos Estados Unidos lá, atrás.

 

Uma brisa fresca do mar me pega enquanto o navio aumenta sua velocidade. Eu tremo: afastando-se do corrimão passo minha mão para tirar as lágrimas do meu rosto, andando para a nossa cabine onde os meus filhos e marido estão dormindo.  Silenciosamente, entro a cabine e em seguida, vou para meu beliche de baixo. Os novos sons de um tilintar de copo de vidro no seu suporte, as cortinas tocando              contra a janela rondada,  os meus filhos mais jovens mexendo em seu sono, a vibração dos motores do navio … novos sons, uma nova vida.

 

Estou preparado para isso? Eu não sei. Estudei sobre comunicação inter-cultural, choque cultural, culturas diferentes e atitudes. Mas o estudo e preparação, são diferentes do que vivê-la. Como é que os meus cinco filhos vão se adaptar? 15, 14, 12, 5 e 3 anos:  eu não tenho idéia. Eu reconheço que, pelos padrões da maioria das pessoas, esta mudança para o Brasil é absolutamente louco! Às vezes, durante os   últimos anos de preparação, eu também passei horas de dúvida. Mas cada passo de obediência nos levou para o próximo passo até que, esta noite, estamos neste navio, navegando para uma nova vida.

 

Senhor, nós estamos indo definitivamente para o desconhecido. Não tenho nada para a segurança que não seja O Senhor. Por favor, cuidar de nós. Mostre-me as coisas e pessoas como o Senhor as vê. Dá-nos sabedoria. Protege os meus filhos e marido e eu. Quero pendurar firmemente em Sua mão. . .

 

Os sons tranquilos e um corpo e mente exausta ajuda-me adormecer. Amanhã vai começar a próxima fase da minha vida.

 

– Voni

 

 Você já deixou tudo para trás emocionalmente ou fisicamente?

você pode identificar com as emoções do navio partindo de tudo voce conhece?

Sabe como é bom  estar pendurada na mão de Deus?     

globe7

God Is Aware

                                                                             

2016 Abril

Mais uma vez estamos entrando o desconhecido.  Joe e eu partiremos do Brasil dia 3 de maio.

Andando caminhos no desconheido sempre faz parte de nossas vidas, andando com O Senhor.  Que me dá coragem é o fato que Ele está segurando as nossas mãos.


ESTES VERSÍCULOS ME AJUDAM.

 

Isa 41: 9-13

9 Eu te tirei os confins da terra,

dentre os seus mais eu te chamei.

Eu disse, ‘Tu és o meu servo;

Eu te escolhi e não te rejeitei.

10 Portanto, não temas, porque eu sou contigo;

não te espantes, porque eu sou teu Deus.

Eu te fortaleço, e ajudá-lo;

Eu o segurarei com a destra da minha justiça.

 

11 “Todos os que tem raiva contra você

será certamente envergonhados e confundidos;

aqueles que se opõem a você

serão como nada e perecerão.

12 Ainda que você procurar por seus inimigos,

você não vai encontrá-los.

Aqueles que travar uma guerra contra você

serão absolutamente nada.

13 Porque eu sou o Senhor, vosso Deus,

que toma conta de sua mão direita

e diz-lhe: Não temas;

Vou te ajudar.

NVI

About Voni Pottle

7 Replies

  1. Ligia machado ferreira

    Não sei porque mas uma coisa sei , uma das melhores coisas Deus me permitiu foi conhece – la. Mesmo que passe mas um tempo pra nós encontrarmos, sempre estarei aqui lembrando e tendo a certeza que onde esteja sempre morara em meu coração.

    1. Ligia, quero chorar lendo isto. Sabe que é o Espirito Santo que faz esta ligação entre a gente. Não há explicação e não precisamos. É Deus. E estou agradecendo Ele. E esperando a proxima oportunidade de estar juntas. Será no tempo dEle. E NUNCA deixar de segurar na mão dEle!!! Te amo. Voni

  2. Sílvio César Teixeira

    Deus é a nossa proteção e direção para qualquer desconhecido. Que Deus a abençoe grandemente, guie e a proteja nesta nova etapa da sua vida.

    1. Silvio, te agradeço pelas suas palavras. E sabemos bem: cada dia começa uma nova etapa em nossas vidas…porque nunca sabemos os que vai acontecer.
      Deus te abençoa. Voni

  3. Geane Milhomem

    Que lindo querida Voni… estou super encantada

    1. Querida Geane – é Deus que faz coisas lindas em nossas vidas. Estou MUITO grata a Ele!!! Te amo! Voni

  4. Geane Milhomem

    só quem tem o privilégio de conhecê-la, sabes da intensidade desse grande coração

Deixe uma resposta